Quando tudo começou!

Tudo começou em torno de 2 meses atras, quando fui parar na emergência com meu namorado Gabriel, que aliais é realmente um anjo em minha vida, mas vou comentar dele mas para frente, depois de 3 dias de dores intensas, (mas como sou teimosa e corro de hospital, aliás essa é a primeira coisa que posso começar falando, nunca desacredite no que o teu corpo está mostrando), chegando lá perguntaram o número da minha dor, fui logo falando 9, me mandaram direto para tomar medicação, e logo em seguida apareceu uma médica muito fofa, falando que iriam fazer exame de sangue, mas as dores que eu sentia na barriga inteira poderia ser um monte de coisas ( ela falou todas, mas ja não me lembro mais), mas que não acreditava que poderia ser nada sério, no entanto de qualquer forma eu iria fazer uma tomografia.Bom, longa espera e eu querendo ir em bora, afinal é um saco ficar dentro do hospital mofando cheia de dor, mas o meu namorado firmemente disse que eu ia ficar, rsrs, chegou a soltar uma piadinha falando que se eu tinha pensado que poderia ficar internada, na mesma hora quis dar um socão nele, mas sou uma boa moça tá, continuando, finalmente fiz a tomografia que demorou uma eternidade, até quando a maquina parou por um longo tempo e ninguém falava mais nada, logo pensei que poderia ser um apocalipse zumbi que teria matados todos la fora ( sou dessas, sempre dramática e fictícia ),mas enfim entrou a enfermeira e disse que eu precisaria do contraste, gelei, nunca tinha usado e se eu tivesse alergia, se me desse reação, fiquei em pânico, mas aceitei. Finalmente quando acabou ficamos esperando o médico passar para dar o resultado, não demorou muito ele apareceu, dizendo que eu estava com uma pancreatite avançada e que precisava ser internada no CTI ( na mesma hora olhei para Gabriel querendo matar ele, só em pensamento viu,rs), pois a pancreatite da desidratação, e como a cura é ficar em pleno jejum para que o pâncreas se regenere a desidratação aumenta, e assim passei dois dias até poder ir para o quarto, e ir em busca da causa dessa doença, que falarei no meu próximo Bloco.Para finalizar, se nâo fico o dia inteiro escrevendo, como falei rapidamente lá em cima, depois do que aconteceu comigo, passei a escutar mais meu corpo, deixar de tomar remédio por conta própria achando que sei o que tenho ao invés de ir naqueles que por anos estudaram, se mataram deram a vida para salvar as nossas! Parabéns e obrigado aos médicos que estiveram e ainda estão para me salvar!

Primeira foto na emergência!

Primeiro post do blog

Este é o seu primeiro post. Clique no link Editar para modificar ou excluir, ou então comece um novo post. Se preferir, use este post para informar aos leitores o motivo pelo qual você iniciou este blog e o que planeja fazer com ele. Se precisar de ajuda, fale com os usuários simpáticos nos fóruns de suporte.